Sexta-feira, 19 de Maio de 2006

Calma do mar

Este é o único que conheço e posso admirar,

Tem uma calma incrivél, sem se saber porquê

Mas é singularmente aquele que quando está esgotado,

Expande a sua raiva com uma força.

É  também o mais sereno, o mais infinito, o maior de todos,

Tem espaço para tantas especies o ocuparem, é lindo

Tem uma cor incomparável com todas as outras,

Diz-se que é azul mas tem muitas cores das quais se destaca o azul,

Em certas zonas é a mais límpida e preciosa coisa da vida,

E é o que existe em maior número.

Mar dá-me essa calma, mas não a tua grandeza!


imaginado por electra às 13:43
link do post | comentar | favorito

*mais sobre mim


* ver perfil

* seguir perfil

. 11 seguidores

*pesquisar

 

*Maio 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


*Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

*posts recentes

* repara...

* Livro dos Poetas

* De mim para ti

*favoritos

* chuva

* reencontro

* volúpia

* cheers darlin'

* Se eu fosse...

* melodia

* resistir

* Dispença qualquer imagem,...

* Triângulo...

* colisão

RelojesWebEspana!

*presentinho doce

*Smiles...

Angel of Obscurity Voz de Celénia" width="100" height="91" border="0" /> Image Hosted by ImageShack.us Angel of Light Image Hosted by ImageShack.us ">
SAPO Blogs

*subscrever feeds